Armas On-Line

Seu Portal sobre Armas, Tiro e Colecionismo na WEB

Página Principal – O Autor

with 1.270 comments

dsc_110611

Armas On-Line – O seu Portal sobre Armas, Tiro e Colecionismo

O autor de Armas On-line, Carlos F P Neto, membro vitalício da NRA (National Rifle Association), é um estudioso de armas de fogo há mais de 50 anos, com ênfase nas peças de emprego militar. Executou trabalhos de consultoria voluntária em alguns museus, como o Museu Paulista (Ipiranga), o Museu Prudente de Moraes (Piracicaba) e o Museu da Convenção de Itú, dentre outros. É também co-fundador e mantenedor do site Atiradores e Colecionadores.  Neste trabalho, aborda-se o assunto Armas de Fogo no que se refere à sua história, colecionismo, preservação das peças, recuperação, tiro esportivo e avaliações técnicas. 

Não incentivamos o uso e manuseio inadequado e ilegal de armas e munições, bem como não comercializamos materiais relativos ao assunto. As informações ou instruções contidas nos artigos só devem ser levadas em conta por pessoas habilitadas e o autor não se responsabiliza por danos causados pela má interpretação destas informações. Lembramos que armas de fogo, munições e equipamentos de recarga são produtos controlados, sejam da alçada da Polícia Federal como do Exército, e que todos tem o dever de se manter rigorosamente dentro do que estabelece a lei.

As revisões periódicas nos artigos estarão devidamente assinaladas junto ao título dos mesmos. O conteúdo do site, textos e material fotográfico, não poderá ser utilizado em meios de divulgação, sejam eles revistas, sites, blogs, jornais, etc., sem a devida autorização do autor, pois é protegido por direitos autorais. Os infratores serão punidos na forma da lei.

REGRAS IMPORTANTES DESSE SITE E COMENTÁRIOS:  

1 – ARMAS ON-LINE não comercializa e não intermedia negociações de armas, peças e acessórios.

2 – Se necessitar de peças ou de assistência técnica, entre em contato com o seu fornecedor ou fabricante. 

3 – O espaço de comentários se destina à enviar elogios, críticas, correções, sugestões ou dúvidas sobre o assunto. Todos os comentários são avaliados; o uso desse canal para anúncios de compra e venda e troca de informações entre leitores, não será permitido. 

4 – Não respondemos perguntas sobre procedimentos ilegais, como adaptações e transformações mecânicas em armas de fogo que permitam utilizar outros cartuchos, alterar seu funcionamento, aceitar dispositivos silenciadores, etc. Comentários que não se encaixam nessas regras são eliminados. 

AVALIAÇÕES E IDENTIFICAÇÕES: Os leitores interessados em fazer avaliações ou identificações de armas de coleção, antigas e de uso pessoal, devem antes de mais nada tomar conhecimento, em nosso menu, da Política de Avaliações e Identificações e concordar com suas regras. 

Obrigado pela visita e aguardamos comentários, críticas e sugestões.

E-mail: armasonline@gmail.com

São Paulo, Maio de 2009

Utilize os botões abaixo para doar R$ 40,00, caso utilize os serviços de Identificação e Avaliação

 

 

 

Written by Carlos F P Neto

03/08/2009 às 11:51

1.270 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Bom

    André Luiz de Albuquerque

    24/05/2017 at 22:43

  2. Roberto, o cartucho .357 SIG não é produzido, pelo menos por enquanto, aqui no Brasil. Trata-se de um cartucho muito difícil de ser conseguido por aqui, devido à ainda pouca aceitação junto aos atiradores e por nenhuma dotação por unidades policiais.

    Carlos F P Neto

    23/05/2017 at 12:41

  3. Olá Carlos, com uma dúvida se a Glock G31, calibre .357 se a munição fabricada em nosso pais é a mesma que da nela. Ou terei que importar munição.

    Atenciosamente,

    Roberto

    Roberto Silva Santos

    22/05/2017 at 20:57

  4. Renato, as marcas de prova U coroado e B coroado foram utilizadas nas pistolas Parabellum comerciais entre 1900 e 1908. Abraços.

    Carlos F P Neto

    09/05/2017 at 14:18

  5. Excelente site. Bem estou com a seguinte dúvida me deparei com uma Luger 1900 Dwm 7.65 com duas marcas : B com um desenho de coroa em cima e a baixo U com desenho de uma coroa em cima. O que seriam. Obrigado.

    Renato

    08/05/2017 at 20:43

  6. Nereu, consiga boas fotos e me envie para o email armasonline@gmail.com. Abraços.

    Carlos F P Neto

    03/05/2017 at 17:18

  7. Olá bom dia Carlos. Tenho um colt 38 army special está com a família a mais de 40 anos pelo site da colt ele tem aproximadamente 107 anos não tenho o registro dele mas acredito estar em bom estado de conservação. O cabo original de carvalho os números do registro no tambor e no corpo estão perfeitos e legíveis o cavalo no corpo também está visível. Não tem marcas de pancadas
    .essa arma é colecionavel ou melhor tem valor como armas de coleção?

    Nereu Osmar Furlan

    03/05/2017 at 12:34

  8. Olá Glaucio, não, infelizmente não há fabricantes de armas não funcionais. Com essas leis anti-armamentistas draconianas que temos, certamente seria impensável.

    Carlos F P Neto

    29/04/2017 at 21:28

  9. Olá boa noite. Excelente site com muita informação interessante. Particularmente o artigo sobre as Lugers prendeu minha atenção.
    Gostaria de perguntar se no Brasil temos fabricantes de armas não funcionais, porém com todos os movimentos, verdadeiras réplicas inofensivas, a exemplo de alguns países e de Portugal. Obrigado

    Glaucio

    29/04/2017 at 21:24

  10. Olá, boa noite. Tenho uma Garrucha da CAsa Laporte deixada pelo meu avô, mas gostaria de saber mais sobre ela. Vc pode ajudar?

    SORAIA BALTHAZAR

    19/04/2017 at 0:45

  11. Gostaria de tirar uma dúvida as crabinas mausers 1891 Argentinas tiveram versões em 7mm . Pois as conhecias apenas em 7.65x53mm. Desde já agradeço e parabenizo pelo excelente site.

    Renato

    17/04/2017 at 21:09

  12. Rafael, não existem conceitos diferentes entre as nomenclaturas civis e militares, não. Deve ter havido um grande engano por parte de quem redigiu essa informação.

    Carlos F P Neto

    15/04/2017 at 19:26

  13. Carlos, no meu curso no EB, temos como fogo circular os estojos do tipo Berdan e de fogo central os do tipo Boxer. Antes mesmo de ir pro Exército eu li seu artigo aqui e quando me deparei com essa informação lá, fiquei meio confuso. Existe um consenso perante as nomenclaturas englobando o mundo civil e militar?

    RafaelLodiMagri

    15/04/2017 at 18:19

  14. Prezado Carlos,

    Quanto ao emprego do termo “bala”, dois autores (ambos oficiais de artilharia) esclarecem que se usa este termo apenas para projéteis de armas leves (ou de diâmetro inferior a 15 mm), reservando-se o termo “projéteis” para aqueles de artilharia.

    Os autores em questão são o inglês IAN V. HOGG e o brasileiro MORGADO DA HORA, este último autor de livro sobre Balística Externa editado em 1940.

    Erick Tamberg

    21/03/2017 at 19:38

  15. Parabéns ao Clécio pela pergunta novamente tiro o chapéu para a resposta do Carlos. Sou amante de armas e tenho muitos amigos de forças policiais e militares e assunto vira e mexe vem a tona… OBRIGADO pela relevância que este blog já tomou em suas trocas de experiências.

    Claudio Guimarães

    03/03/2017 at 11:40

  16. Prezado Carlos, muito obrigado pela resposta, pra mim ficou bastante distinto agora quanto ao uso do termo.

    Grande abraço.

    Clécio M. Galinari

    Clécio M. Galinari

    02/03/2017 at 20:58

  17. Clécio, eis aí um assunto que ocorre, vez ou outra, nos papos entre atiradores e amantes das armas. Eu, particularmente, não gosto de usar a palavra bala; porém, receio de que seu uso é correto. Etimiológicamente parece vir do grego “ballo”, que significa lançar, atirar. Note também que os inglêses usam bullet e os franceses, balle. Mas há um porém: normalmente as pessoas leigas usam o termo bala quando se referem ao cartucho completo, e não só para o projétil. Aí eu discordo totalmente. Agora, chamar só a ponta, ou projétil, de bala, até dá para engolir. Como exemplo, “vou colocar essas balas no tambor”… não dá, certo? Enfim, no palavreado corriqueiro, até pode se soltar o termo bala, mas sempre se referindo ao projétil. Textos técnicos, na minha humilde opinião, aí acho que não dá para usar em nenhum caso. Para o conjunto que chamamos de cartucho, o uso da palavra munição é bem aceito, apesar de que acho ele muito genérico. Não sei se ajudei muito.

    Carlos F P Neto

    02/03/2017 at 18:09

  18. Um prazer tê-lo aqui, amigo.

    Carlos F P Neto

    02/03/2017 at 8:58

  19. No comentário que já fiz, esqueci de escrever que fui tenente miliciano de infantaria do exército português de 1977 a 1984, estando na disponibilidade desde essa data.

    amolador

    01/03/2017 at 19:22

  20. Descobri este blog somente hoje e pelo pouco que já li, está ótimo!
    Parabéns ao Carlos Neto!

    amolador

    01/03/2017 at 19:18


ATENÇÂO: Identificação e/ou avaliações de armas, leia primeiro a Política de Avaliações, no final do menu de Artigos. Peças, reparos ou assistência técnica, consulte o fabricante de sua arma; questões sobre esse assunto não serão respondidas.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: